Paulo Frange

Câmara Municipal, através do vereador Paulo Frange homenageou os 500 anos da Reforma

Em 31/out.2017 comemorou-se os 500 anos da Reforma Protestante com comemorações diversas. O fato foi lembrado também em sessão solene da Câmara Municipal em setembro/2017, realizada pelo vereador Paulo Frange (PTB) a pedido de um grupo de pastores de São Paulo - que destacou na ocasião que Martin Lutero deu o primeiro passo para transformar a história e criar uma nova estrutura na sociedade ao romper com procedimentos da Igreja Católica.

- “Começando pelo fato de os ensinamentos das escrituras sagradas passarem a ser traduzidas para a compreensão de todos, e não só lecionadas em latim. Isso junto com a chegada da gráfica, que permitiu a impressão em papel do Novo Testamento e, consequentemente, estimulou a alfabetização” – afirmou Dr. Paulo.

O vereador também citou outro legado da Reforma Protestante,o inconformismo: - “Dentro de cada um de nós deve haver uma gota desse inconformismo de Lutero para que a gente possa dar passos e fazer mudanças. Não aceitar as coisas sempre como elas estão. Mas selecionar e transformar”. Disse Dr. Paulo, que homenageou pastores e representantes da igreja presbiteriana e outras, presente.

O Reverendo Davi Charles Gomes, chanceler da Universidade Presbiteriana Mackenzie, foi um dos homenageados da noite no Salão Nobre da Câmara. Ele lembrou que a cidade de São Paulo tem uma relação histórica com os protestantes.

“É uma relação ambígua. Ao mesmo tempo em que aqui, antes mesmo da fundação da cidade, havia um núcleo forte da chamada ‘Contrarreforma’, para combater o movimento, São Paulo, com o passar do tempo, construiu uma relação de amizade com os protestantes, recebendo muitos deles que vinham da Europa. Hoje podemos ver como exemplo disso o Cemitério dos Protestantes, na Consolação, e até mesmo instituições como o Mackenzie”, disse.

Para o reverendo Juarez Marcondes Filho, os conceitos do protestantismo permanecem atuais ainda hoje. “A lembrança de 500 anos não serve apenas para o saudosismo, mas para tirarmos lições preciosas dela. E quando recebemos uma homenagem e um reconhecimento dentro de uma Casa de leis, efetivamente isso nos dá a esperança de um mundo melhor”, afirmou.

HOMENAGEADOS

Foram homenageados diversos representantes de várias igrejas protestante e autoridades religiosas protestantes.

- Reverendo Agnaldo Duarte de Faria, vice-presidente do Sínodo Paulistano;

- Reverendo Ademir Aguiar, presidente do Sínodo Unido de São Paulo e secretário executivo da Comissão Nacional Presbiteriana de Educação;

- Reverendo Juarez Marcondes Filho, secretário executivo do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) e presidente do conselho de curadores do Instituto Presbiteriano Mackenzie;

- Presbítero Dr. Benedito Guimaraes Aguiar Neto, reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie;

- Reverendo Ageu Cirilo de Magalhães Júnior, presidente do Sínodo de Piratininga e diretor do Seminário Teológico Presbiteriano;

- Presbítero. Clodoaldo Waldemar Furlan, presidente da Casa Editora Presbiteriana e do Conselho de Educação Cristã e Publicação (Cecep);

- Presbítero José Inácio Ramos, presidente do Instituto Presbiteriano Mackenzie;

- Presbítero Park, da igreja coreana presbiteriana.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Pesquisar

Saúde com Paulo Frange

Filtrar por Assunto

Conheça o Vereador

Vereador Paulo Frange

Facebook