Paulo Frange

Saúde

Lei dos distúrbios do sono é do vereador Paulo Frange

A preocupação do vereador Paulo Frange com a saúde pública envolve diversos aspectos. Ele tem procurado, por exemplo, criar leis que alertam para a necessidade de se criar no SUS procedimentos, às vezes, negligenciados, como é o caso do tratamento da apneia do sono, gerados pelo ronco, quase sempre tratado com pilhéria, mas que pode causar a morte.
A lei 16.342, de 30/12/2005, por exemplo, instituiu o Programa de Atendimento a Pessoas com Distúrbios Respiratórios do Sono no Município de São Paulo, que deverá ser desenvolvido e acompanhado pela Secretaria Municipal da Saúde, com a finalidade de divulgar nos diversos segmentos da sociedade a necessidade de prevenção ao ronco e a consequente apneia, o diagnóstico e seu tratamento.
Apneia do sono é quando, durante o ronco, a respiração para e volta diversas vezes. O que pode provocar ou aumentar a hipertensão, insuficiência e arritmia cardíacas, derrame e diabetes. Os fatores de risco são idade e obesidade. É mais comum em homens.
Os sintomas incluem ronco alto e sensação de cansaço, mesmo depois de uma noite inteira de sono. Há um aparelho de pressão positiva chamado (CPAP).
...

Dicas do vereador Paulo Frange para o seu coração

O vereador e médico Paulo Frange tem aconselhado e incentivado às pessoas em suas palestras a aderirem ao Mexa-se, ou seja, a praticar exercícios – o que é fundamental para manter o coração saudável.
Frange é autor da lei que criou a Virada da Saúde, cujo objetivo é estimular a prevenção à Saúde. Dentre as ações presentes no objetivo da Lei está o incentivo ao não-sedentarismo - cuidar da saúde pra evitar tratar a doença - tudo de forma lúdica e educativa. 
Nesse dia 14 de agosto (sexta-feira), dia do Cardiologista, ficam algumas dicas para o seu coração.
 
“Mexa-se” é o incentivo, sempre presente em suas palestras – e isso pode ser uma caminhada de meia hora todo dia, pelo menos; relaxar, deixando de lado por um período os aparelhos eletrônicos; tratar o ronco, largar o cigarro e alimentar-se e mais naturalmente. Ações que ajudam a controlar o estresse...
Visitar o amigo do coração também é fundamental, ou seja, ir ao cardiologista regularmente.

Saúde integral da população negra

O vereador Paulo Frange conseguiu aprovar a Lei Nº 17.406 (20/06/20) de sua autoria, que institui o Programa Municipal de Saúde Integral da População Negra da Cidade de São Paulo, que tem como objetivo desenvolver de forma integral ações de promoção, prevenção e recuperação da saúde da população negra e afrodescendente.
 
Dentre as atribuições da Lei está a implementação da política, definição e gestão dos recursos orçamentários e financeiros, coordenação, monitoramento e avaliação, garantia da inclusão desta Política no Plano Municipal de Saúde.
 
O Programa prevista nesta Lei prevê a identificação das necessidades de saúde da população negra, garantia da inserção dos objetivos nos processos de formação profissional e educação permanente de trabalhadores da saúde, em articulação com a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde, articulação intersetorial. 
 
Além disso, a presente Programa prevê a elaboração de materiais de divulgação, visando A socialização da informação e das ações de promoção da saúde integral da população negra, com a instituição de mecanismos de fomento à produção de conhecimentos sobre racismo e saúde da população negra, através de seminários, cursos e treinamentos, com vistas à capacitação dos profissionais da saúde, em especial pediatras, obstetras, clínicos gerais, ginecologistas, hematologistas e funcionários de programas de saúde. 
 
Será possível, ainda, celebrar convênios, acordos e ajustes com órgãos e entidades públicas ou privadas.
 
O Programa será coordenado pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde, em cooperação com as Secretarias Municipais de Educação, de Trabalho e Empreendedorismo e da Defesa da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida.

Um vereador-médico com olhos voltados para a Saúde

Paulo Frange, um vereador-médico com olhos voltados para a Saúde
 
Paulo Frange, médico cardiologista e vereador na cidade de São Paulo, cumpre seu sexto mandato consecutivo e será candidato mais uma vez nas eleições de 15 de novembro próximo. Ele desde sempre legisla com especial atenção à Saúde pública e na defesa do SUS - Sistema Único de Saúde.
 
Neste ano de 2020, viu consolidar uma reivindicação que vinha defendendo desde o primeiro mandato, que foi a inauguração de um hospital na Vila Brasilândia - com 265 mil habitantes e que não tinha um leito hospitalar. Para isso, se desdobrou desde que conseguiu convencer o Prefeito dessa necessidade. Segundo OMS, ideal é se ter de 3 a 5 leitos para cada mil habitantes. No Brasil, índice médio é de 2,4 e no distrito Brasilândia era zero.
 
Para a consolidação do Hospital, buscou recursos junto à iniciativa privada, trabalhando para conseguir a venda de imóvel da Prefeitura, que estava sob concessão pública, o do Hospital São Camilo, em Santana - e viu aprovada a antecipação da compra pelos camilianos, depois de convencê-los de que o recurso integral iria para as obras do Hospital da Brasilândia, e assim aconteceu, já que a recessão deixou a Cidade sem recursos, era março de 2015 - e para isso foi aprovada uma lei que legalizou a transação.
 
Além de garantir recursos na Lei Orçamentária e na do Orçamento da Cidade e colocar outros no Orçamento, conseguiu também, através de Emenda de sua autoria, garantir mais 50% dos recursos da venda de terreno usado pelo Supermercado Bergamais, também na Zona Norte, para o Hospital.
O Hospital acabou sendo aberto, em 10 de maio/2020, de forma até precipitada, devido à pandemia do coronavírus e está abrigando hoje doentes acamados pela covid-19, mas após isso irá voltar à sua função original - de ser referência para um contingente de pelo menos 400 mil pessoas da Brasilândia e arredores.
Esforço parecido também o fez um dos batalhadores da construção dos Hospitais de Parelheiros e Campo Limpo, e a retomadas das obras das UPA`s  em São Paulo. As suas Emendas Parlamentares, não raro, são dirigidas para equipamentos médicos para AMA, UBS e outras unidades públicas de Saúde.

Como entender e enfrentar o CORONAVÍRUS

EMERGÊNCIA NA SAÚDE PÚBLICA POR CAUSA DO NOVO CORONAVÍRUS
A emergência de saúde pública decretada pelo Governo Federal hoje, é administrativa, e tem como finalidade não seguir o rito das leis das licitações, demorada e burocrática, para que o Brasil se prepare para enfrentar a possível chegada do Coronavírus no território nacional.

Trata-se de um vírus novo com características de vírus oriundos do reino animal, em especial os mamíferos e que geram quadro respiratório grave podendo até levar a morte.
A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL - IA agiu a nosso favor, a favor da saúde e detectou precocemente o risco de uma epidemia. O programa de monitoramento iniciou em 2014.

O mundo já conviveu com outros vírus perigosos, como a Sars e a MERS (Oriente Médio), que se espalharam levando a quadro de infecções respiratórias graves e até morte. Foram contidas e os cientistas buscaram, desde então, maior conhecimento da detecção precoce desses tipos de vírus. A infecção respiratória pelo Coronavírus leva a quadro febril, dor muscular e atinge principalmente brônquios, traqueia e faringe (parte alta do pulmão), podendo também levar a pneumonia.

A contaminação pela SARS, o quadro é parecido, porém, há predominância do comprometimento dos brônquios e bronquíolos, ou seja a parte mais baixa do pulmão.
Hoje, no Brasil temos 14 casos identificados de provável infecção por Coronavírus, nenhum confirmado até o momento (14/02/2020).

No caso da China, nos surpreende a eficiência e o preparo do país, que de forma corajosa, isolou uma região densamente populosa, com cerca de 40 milhões de habitantes, construindo em 10 dias um hospital para até mil internações em regime de isolamento. Esta é a primeira vez que isto acontece no mundo.

Um fato curioso, com relação ao Coronavírus é que a transmissão entre humanos existe, porém é baixa em relação a outras viroses. Uma pessoa pode contaminar – de uma até três pessoas. No caso do vírus do sarampo a contaminação entre humanos pode chegar até 20 pessoas – e, no caso do sarampo, a única solução é a ampla cobertura vacinal.
Esperamos que, também, em tempo recorde o mundo tenha a oportunidade de vacinação para mais essa virose, a terceira que nos surpreende no século XXI.

PODERÁ, SIM, CHEGAR AO BRASIL
O Coronavirus poderá, sim, chegar no Brasil! Estamos em tempos de globalização e isso traz benefícios, e consigo os riscos. Se acontecer, chegará por aqui por volta de abril ou maio - e nós poderemos ter, três situações concomitantes, com viroses diferentes, e com capacidade de matar. O Coronavírus, a probabilidade da explosão da dengue no final do verão, e a Influenza no comecinho do inverno. Mais uma razão para vacinar precocemente e para antecipar o Programa de Vacinação para a gripe.

A população precisa ter o conhecimento. É necessário buscar informação e é obrigação do Ministério da Saúde e todas as Secretarias Municipais de todo o país de manter informada a população neste momento. Por enquanto a grande arma contra transmissão humana, é manter os hábitos de higiene pessoal, em especial lavar as mãos com muita frequência, usar o álcool gel, e chegará o momento da recomendação do uso de máscaras se necessário.

O mundo já foi ocupado pelos grandes e gigantes animais, os dinossauros. Eles se foram. Os homens ocupam densamente com quase 8 bilhões de pessoas espalhadas em todos os continentes. Temos inteligência suficiente para que todos nós sejamos protegidos e não destruídos pelos vírus microscópicos. Entretanto, com suas mutações, esses vírus poderão um dia, ser capazes de vencer até mesmo a tecnologia do homem.

 

 

 

 

 

 

UPA 24 Horas é inaugurada em Pirituba

           


“Tenho muito orgulho de ter participado de todas as etapas  deste projeto, desde a concepção até a inauguração no dia de hoje” – afirmou Dr. Paulo Frange, médico e vereador da Cidade, no evento inaugural, nesta segunda-feira (14/10/19) da UPA 24 Horas – Unidade de Pronto Atendimento de Pirituba – quando o prefeito Bruno Covas e o Secretário Municipal de Saúde Edson Aparecido - deram por aberta oficialmente essa unidade.
 
Dr. Paulo Frange explica: - A UPA Pirituba vai atender uma população de mais de 300 mil habitantes e funciona anexa ao Hospital José Hungria, de Pirituba, na  Avenida Menotti Laudísio, 100, e tem como parceiro a organização social ASPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina.
 
Essa Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h) faz parte da Rede de Atenção às Urgências que tem como objetivo concentrar os atendimentos de saúde de complexidade intermediária, compondo uma rede organizada em conjunto com a atenção básica, atenção hospitalar, atenção domiciliar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU 192.
 
Frange diz ainda que a unidade oferece os serviços de: raios-X, eletrocardiografia, laboratório de exames e leitos de observação (adulto e infantil). Presta atendimento resolutivo e qualificado aos pacientes acometidos por quadros agudos de natureza clínica, e presta o primeiro atendimento aos casos de natureza cirúrgica e de trauma, estabilizando os pacientes e realizando a investigação diagnóstica inicial, de modo a definir a conduta necessária para cada caso.
 
MAIS DE 12 MIL ATENDIMENTOS/ MÊS 
O médico e vereador  diz que o máximo que o paciente ficará na UPA é por 24 horas, para elucidação diagnóstica ou estabilização clínica, tendo  6 leitos para Emergência; 16 leitos para observação adulto;  17 leitos de observação Infantil; 2 leitos para isolamento.
 
ESTRUTURA E FUNCIONÁRIOS
A Estrutura Física da UPA conta com 81 salas no total, sem do 8 consultórios, 3 salas de Avaliação de Risco, uma de serviço social, ouvidoria , inalação, enfermagem, duas sala de a aplicações de medicamentos e demais.
 
A Unidade contará com 386 funcionários, sendo 14 Médicos Cirurgião; 65 Médicos Clínico Geral;  14 Médicos Ortopedistas; 14 Médicos Psiquiatras; 43 Médicos Pediatras; 14 Dentistas; 05 Auxiliares de Saúde Bucal; 42 Enfermeiros; 92 Técnicos de Enfermagem; 5 Técnicos de Gesso; 3 Maqueiros; 6 Farmacêuticos; 10 Técnicos de Farmácia e demais nos setores administrativo, segurança e limpeza.
 
- “A prefeitura irá investir cerca de R$36 milhões ao ano para a manutenção desta Unidade", finalizou Dr. Paulo.
 
 
 
 
 

Projeto da Bengala Verde foi sancionado pelo Prefeito Bruno Covas e virou lei

O projeto de lei do vereador Paulo Frange foi aprovado pelos vereadores, na Câmara Municipal e, hoje (27/08/19), com a publicação no Diário Oficial, virou a Lei 17.161 (de 26/08/19), após a sanção do prefeito Bruno Covas.

A Lei institui o uso da bengala verde como meio adequado para identificar pessoas acometidas de baixa visão e como instrumento de orientação e mobilidade no Município de São Paulo, e dá outras providências.

Considera-se pessoa acometida de baixa visão aquela que apresenta alteração, com restrição de acuidade visual menor ou igual a 20/200 (vinte duzentos avos), e ou inferior a 30% (trinta por cento) da visão do melhor olho, ou campo visual (visão lateral) menor que 20 (vinte) graus, mesmo com o uso de óculos adequados e após ter passado por todos os procedimentos clínicos e/ou cirúrgicos, e utilizado de todos os recursos óticos disponíveis para a melhora da capacidade visual.

 

VACINAÇÃO CONTRA SARAMPO. SÁBADO É DIA “D”

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) está atenta e agindo contra o sarampo com uma grande mobilização dos profissionais da saúde para vacinar os jovens entre 15 e 29 anos de idade, o público alvo da campanha.

Todas as pessoas dessa faixa etária estão sendo chamadas a comparecer aos postos de vacinação para participar da campanha, levando a caderneta de vacinação, se possível

O sarampo é uma doença altamente contagiosa e pode levar à morte. A vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, a caxumba e a rubéola é a única forma de prevenir a ocorrência destas doenças na população e comprovadamente eficaz em cerca de 97% dos casos.

Em defesa da Saúde Pública: “Por mais UPA e AME”

O vereador Dr. Paulo Frange se manifestou, em 18/06/2019, na tribuna da Câmara Municipal, onde falou do acompanhamento que faz do setor da Saúde, cobrando obras necessárias, reforma e ampliação de hospitais, quatro deles em vias de serem realizadas, como o José Hungria em Pirituba (norte), Hospital Waldomiro de Paula em Itaquera ( leste) , Arthur Saboya no Jabaquara (Sudeste) e Alípio Correa Neto, na Leste .
Afirmou que, para isso, “há dinheiro da Caixa Econômica reservado, com contrapartida do município, ou seja, a Cidade terá que complementar o valor necessário. Em breve sairá o edital de licitação para essas obras” - disse.
Sobre as UPA’s – Unidade de Pronto Atendimento – em Pirituba, Jaraguá e Perus - que tem obras paralisadas há anos, falou da proximidade da inauguração da UPA de Pirituba (anexa ao Hospital José Hungria) - que já está com o prédio pronto. 

O que faz uma UPA ? 
Dr. Paulo aproveitou para explicar o que faz uma UPa, ou seja, realiza atendimentos de emergência e urgência – o que na prática aliviaria os Hospitais.
O seu objetivo é concentrar os atendimentos de saúde de complexidade intermediária, compondo uma rede organizada em conjunto com a atenção básica, atenção hospitalar, atenção domiciliar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU 192.
 

O que faz um AME?
O Vereador também cobrou a atuação do Governo no que diz respeito ao AME, já que esse equipamento é responsabilidade do governo estadual – sendo que existem apenas seis em todo o Estado e nenhuma na Zona Norte.

Disse que a Zona Norte é esquecida no que se refere a equipamentos de Saúde. Se tivesse AME’s - Ambulatório Médico de Especialidades desafogaria as UBS/AMA’s. Já que é uma unidade de alta resolutividade, que oferece consultas, exames e, em alguns casos, cirurgias em um mesmo local, proporcionando maior rapidez ao diagnóstico e ao tratamento dos pacientes.
Por fim Dr. Paulo fez apelo ao Governo do Estado - que ajude à Prefeitura a resolver a alta demanda nas unidades de saúde em geral, construindo AME’s.

Palestra sobre primeiros socorros, no Lageado

Dr. Paulo Frange participou de encontro com educadores que atuam nessa atividade tão importante junto ao poder público municipal, que é a gestão das unidades conveniadas da educação infantil.

Aconteceu na CEI João XXIII, em Guaianazes, na Estrada do Lageado, com a participação de integrantes da CEI Padre Jorge, CEI Nossa Senhora de Lourdes, CEI Vicente Mateus, CEI Tereza D’Avila - todas da mantenedora Associação Comunitária (do Lageado) Joilson de Jesus.

O assunto tratado foi da maior importância: Primeiros Socorros, em especial, o atendimento às vítimas de engasgo e também de convulsões, parada cardíaca, entre outros. 

Dr. Paulo discorreu sobre o assunto, do qual é expert e tem livro publicado, chamado Primeiro Socorros – um manual que salva vidas, imprescindível a todos, principalmente aos educadores.

Ao final da sua palestra, Dr. Paulo Frange agradeceu à educadora Auri, pela acolhida, uma amiga de muitos anos: “Não há palavras para descrever o que sentimos por você! Quatro décadas dedicadas integralmente a essa missão. Muito obrigado, em nome das mais de 600 crianças que vocês cuidam , educam e promovem o desenvolvimento” – afirmou. 

- “Guaianazes, aqui no Lageado, tem uma ilha de competência e dedicação que tem que ser conhecida! Vocês educadores fazem a diferença!” Enfatizou. 

ACESSE O LIVRO “PRIMEIROS SOCORRO” E O TENHA SEMPRE À MÃO: http://www.paulofrange.com.br/site/index.php?option=com_content&view=article&id=1066

Ações sociais e de saúde no Jd. Panamericano

Dr. Paulo Frange marcou presença no Jardim Panamericano/ Jaraguá na Festa do Dia do Trabalho, em 1º/maio/2019,  onde aconteceu uma série de ações culturais, recreativas e de Saúde, com a presença do supervisor de Saúde de Pirituba Dr. Wagner Francine e do prefeito regional Edson Brasil (foto).

Equipes da Saúde fazem vacinação no local, contra febre amarela e gripe. O próprio vereador se vacinou no local. “Mais que vacinar temos que dar o exemplo” – disse na ocasião.

Dr. Paulo frange alertou: “Não caia em notícias falsas, vacina não causa autismo ou problemas para idosos. Compartilhe essa informação, é fundamental que a Saúde cumpra suas metas de imunização”.

O evento marcou o início dos mutirões que deverão ocorrer na região de Pirituba – Jaraguá nos finais de semana.

Pesquisar

Conheça o Vereador

 
 

Facebook